Como controlar as horas de trabalho de um motorista?

Os horários de trabalho do motorista, muitas vezes, são difíceis de controlar. Por terem a estrada como seu “escritório”, fazer o acompanhamento completo da jornada de trabalho pode ser um desafio.

Mas afinal, como não deixar seus funcionários excederem suas jornadas ou definir os horários de trabalho de maneira eficiente? Listamos as principais regras de jornada do caminhoneiro para você não errar na hora de controlar as horas de trabalho de um motorista.

 

Quantas horas o motorista tem que trabalhar por dia?

Bem como um trabalho que conta com horários definidos para os funcionários, no caso dos motoristas, também precisam ter sua jornada controlada. O motorista pode trabalhar 8 horas por dia, com no máximo 2 horas extras. Sua jornada, entretanto, não pode ultrapassar 44 horas semanais.

Qual a jornada de trabalho dos motoristas de caminhão?

A lei que rege a jornada de trabalho dos motoristas de caminhão é a de nº 13.103, conhecida como lei do caminhoneiro ou do motorista.

Segundo as regras previstas na lei, o motorista pode passar apenas 4 horas seguidas dirigindo, sendo obrigatória uma parada de 1 hora para descanso durante a jornada diária. Ao fim do expediente, o motorista deve contar com 11 horas de descanso obrigatórias, entre uma jornada e outra.

O controle da jornada de trabalho, bem como o início e o fim do expediente, deve ser registrado pelo meio escolhido pelo empregador e cumprida à risca pelo motorista.

Como calcular a hora de espera?

O chamado “tempo de espera” é o prazo em que o motorista responsável pelo transporte aguarda os procedimentos para carga e descarga do veículo. Também se inclui nesse período as possíveis fiscalizações alfandegárias ou fiscais.

A Lei diz que, nesses casos, esse período deve ser indenizado ao motorista. O cálculo corresponde à 30% do salário ganho por hora, sendo acrescido ao salário final mensal. Por exemplo, se a hora do motorista corresponde à 24 reais, o valor pago por hora de espera será do salário-mês final, acrescidos de R$ 7,20 por cada hora de espera registrada.

É importante lembrar que, nos casos em que a espera for maior do que 2 horas contínuas, o tempo será contado como repouso.

Quais direitos devem ser garantidos ao motorista?

Bem como um funcionário em um escritório, os motoristas de caminhão contam com direitos e deveres específicos para sua área. Alguns deles são:

  • Direito à seguro obrigatório, contratado pelo empregador, que cubram morte natural, por acidente, invalidez total ou parcial. A cobertura deve incluir, ainda, auxílio funeral e translado, caso necessário;
  • Em caso de danos ou acidentes que afetem o produto da empresa, o empregado não deverá responder pelos prejuízos;
  • O motorista deve ter acesso à serviços de medicina ocupacional.

Para auxiliar ainda mais a vida dos motoristas, contar com um serviço de Assistência 24 Horas pode ser essencial para solucionar problemas que possam surgir na estrada. Garanta a segurança dos seus motoristas a partir de nossos produtos. Conheça os serviços da Blue Service e cuide de quem faz sua empresa alcançar novos caminhos.

 

Você também pode gostar