O que ESG significa e porque as empresas de mobilidade precisam ficar de olho no assunto

Muitas empresas atualmente se utilizam do discurso sustentável como um diferencial competitivo. Esse é um dos motivos para que o termo ESG seja cada vez mais popular. Mas, afinal, qual o significado do ESG e os impactos em empresas de mobilidade?

Na prática, as empresas que tomam boas práticas para governança e sustentabilidade acabam tendo bons resultados em sua balança comercial. Isso significa que cuidar desses assuntos pode ser um bom caminho para gerar bons resultados no longo prazo.

 

O que significa ESG?

A sigla ESG significa, do inglês, environmental, social and governance (do português, ambiental, social e governança). Em outras palavras, é um conjunto de regras utilizadas para medir o quanto uma empresa reduz seus impactos no meio ambiente e busca por um mundo responsável, além de criar melhores práticas de governança corporativa.

Esse conjunto de fatores também serve para que as empresas busquem investimentos, além do fator puramente financeiro. Assim, os negócios podem investir em fatores ambientais, sociais e de governança.

 

Quais os critérios do ESG?

Para lhe ajudar a definir os critérios ideais para a construção de um bom ESG dentro de sua empresa, listamos alguns exemplos para você cuidar em uma operação sustentável.

Environmental (ambiental): Eficiência energética, gestão de resíduos; poluição do ar e da água, emissão de carbono, desmatamento.

Social: Proteção de dados e privacidade, respeito aos direitos humanos e às leis trabalhistas, relacionamento com a comunidade, diversidade da equipe, satisfação dos clientes.

Governance (governança): Estrutura do comitê de auditoria, canal de denúncias (compliance), conduta corporativa, estrutura de remuneração.

 

Empresas de Mobilidade X ESG

Por trabalhar com mobilidade urbana, esse nicho de atuação requer extrema atenção na hora de buscar por alternativas mais sustentáveis.

Em 2021, por exemplo, uma locadora de veículos foi eleita como a melhor empresa de mobilidade a aplicar o modelo ESG. Nesse cenário, a companhia definiu que seria carbono neutro até 2030 e carbono positivo até 2040. Além disso, criou-se um comitê para movimentar ações sociais e ambientais dentro da empresa.

Muitas empresas de mobilidade trabalham com veículos poluentes, o que pode parecer um impeditivo para alcançar um ESG perfeito. Porém, a criação de pequenas ações sustentáveis pode ser o primeiro passo na busca de cumprir os requisitos do ESG.

A tecnologia também é uma excelente aliada para diminuir o impacto ambiental causado pela empresa. Com redução no uso de papeis, substituição por veículos elétricos e híbridos, a busca de melhores relações com os funcionários e a construção de processos de boa conduta dentro de uma governança, pode servir de modelo para a implementação do ESG.

Você também pode gostar